Você foi acolhido quando chegou em um novo bairro? escola? igreja? trabalho?

Já se sentiu peixe fora d’agua em alguma situação ou lugar, certo?

Geralmente isso acontece quando somos novos no pedaço e sentimos entrar em um bonde em movimento onde parece que todos são parte e você esta à parte. Esse sentimento pode passar rápido, conforme você vai se familiarizando com o local, fazendo amizade com as pessoas, e dependendo do seu modo de ser mais extrovertido isso nunca te incomodou verdadeiramente.

Mas sinto informar que tem muita gente se sentindo isolada, excluida, com dificuldade para se sentir pertencente e acolhida em novos ambientes e em novos grupos. Faz parte dos preceitos de uma comunidade viva e participativa acolher e esticar a mão para quem chega.

Essa reflexão veio de uma conversa com uma pessoa tão querida quanto acolhedora e comunicativa, da qual eu NUNCA esperaria ouvir que se sente não tão bem acolhida em alguns espaços e rodas. Desse diálogo senti a falta do senso de comunidade.

Por isso, a sugestão de hoje é que criemos grupos de acolhimento com atuação presencial (quando possível) e virtual nos diferentes contextos:

✨escolas
✨igrejas
✨condomínios
✨empresas

Crie um grupo com pessoas queridas e empáticas e defina tarefas e abordagens de acolhimento: apresente o local, dê algumas dicas, mostre os canais de comunicação e se coloque disponível para ajudar. Isso fará A diferença aos recém-chegados!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: